O deputado socialista solicitou informações ao Ministro do Mar sobre o Observatório do Atlântico

Deputado do PS/Açores questionou Ministro do Mar sobre Observatório do Atlântico

“Estamos na presença de um Orçamento de realismo, de continuidade, mas também de desafio”, sublinhou esta quinta-feira o deputado do Partido Socialista dos Açores à Assembleia da República.

João Castro, que participava na audição do Ministro do Mar, no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento de Estado para 2020, enquadrava assim o documento nas políticas de rigor que tem caracterizado os Governos do Partido Socialista, sem esquecer os desafios que se prendem com o início de um novo ciclo interno, a que se agregam os desafios estratégicos definidos no Programa do Governo e a preparação de um novo quadro comunitário.

Nesse sentido, e atendendo ao contexto de realismo, de continuidade e de desafio, o deputado socialista solicitou informações ao Ministro do Mar sobre o Observatório do Atlântico, questionando “em que medida poderá fortalecer a participação nacional na Rede da Observação da Terra e contribuir para a afirmação do mar português”.

Já o Ministro Ricardo Serrão Santos, sublinhou a intenção, por parte do ministério, de ligar o Observatório do Atlântico ao AIR Center: “Até agora esta perspetiva ainda não tinha sido tomada, mas acho que não vamos partir para a criação de uma outra instituição, mas sim um nódulo dentro do Air Center”.

“Vamos fazer os primeiros financiamentos no contexto de equipamentos através das EEA Grants, obviamente em colaboração e em rede, porque não há investigação científica que não se faça em rede, com as capacidades existentes no instituo hidrográfico, no IPMA, e também na estrutura de missão para Extensão da Plataforma Continental enquanto ela existir”, admitiu o Ministro do Mar.

O deputado socialista questionou ainda sobre a preparação, em curso, do próximo quadro comunitário, matéria na qual Serrão Santos sublinhou a constituição de uma comissão de acompanhamento em relação ao Fundo Europeu para os Assuntos do Mar e das Pescas, admitindo terem ficado “bem salvaguardadas as questões relacionadas com os fundos para as Regiões Ultraperiféricas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s