Os funcionários não assinaram a proposta de contrato de trabalho “ilegal” da Ryanair nos últimos dias

Despedidos os trabalhadores da crewling na base AÉREA de ponta delgada

Os tripulantes de cabine da Crewlink da base aérea de Ponta Delgada, nos Açores, foram informados de que o seu contrato será suspenso a partir de dia 1 de julho.

Os trabalhadores foram notificados pela empresa Crewlink que presta serviços à companhia aérea irlandesa, de que não terão lugar em qualquer outra base na qual a transportadora aérea low-cost presta serviços.

Os funcionários não assinaram a proposta de contrato de trabalho “ilegal” da Ryanair nos últimos dias.

A companhia aérea terá pretendido que esses trabalhadores abdicassem dos créditos laborais anteriores a 2018, aceitassem uma redução do seu vencimento abaixo do vencimento mínimo nacional ilíquido, bem como uma autorização prévia para que pudessem ser transferidos para qualquer outra base do mundo em que a companhia opera, sem qualquer compensação para o efeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s