Segundo Gustavo Alves “A minha eleição teve uma consequência que jamais ousei sonhar: contribuiu, decisivamente, para afastar o PS/Açores do poder ao fim de 24 anos”

O deputado do PPM frisou “Quando me candidatei pelo PPM, em outubro do ano passado, fi-lo por amor à minha terra e às suas gentes. Não foi uma paixão repentina, que surgiu apenas a uns meses ou dias das eleições”.

O deputado destacou “A minha eleição por um pequeno partido, sem qualquer tradição ou estrutura partidária na ilha, deveu-se a um pequeno número de pessoas que me ajudaram na campanha – e a quem sempre estarei grato – e à confiança que os florentinos decidiram depositar em mim. Decidiram valorizar o meu percurso de vida. Estive, e estarei sempre, disponível para os florentinos, com imensa gratidão.”

“A minha eleição teve uma consequência que jamais ousei sonhar: contribuiu, decisivamente, para afastar o PS/Açores do poder ao fim de 24 anos”, disse Gustavo Alves.

O deputado realçou “Foi obra do destino, ou um acaso, mas a verdade é que me cabe, em parte, a responsabilidade de ter contribuído para a mudança política que se registou nos Açores. Essa responsabilidade tem uma contrapartida: o dever de contribuir para uma melhor governação na ilha das Flores e no conjunto da Região”.

O deputado florentino evidenciou “O paradigma está a mudar. As Flores deixaram de ser uma das ilhas esquecidas pelo poder político regional. Agora somos, finalmente, escutados”.

Para Gustavo Alves “Além de tudo o que está contemplado no Plano e no Orçamento, que já acode a muitas necessidades nas áreas da saúde, dos apoios sociais, da educação, da cultura, da agricultura, do ambiente, da rede viária, dos transportes e da reabilitação das infraestruturas portuárias, quero aqui referir 8 projetos em que me empenhei fortemente junto do Governo Regional e dos partidos que integram a coligação de governo”.

O primeiro destaque “É a integração do Museu da Fábrica da Baleia do Boqueirão no Museu das Flores. Não faz sentido que este projeto museológico não constitua um dos polos do Museu das Flores. Que não seja valorizado nesse âmbito e que assim se reforce a capacidade e abrangência do Museu das Flores”.

O segundo caso “É a urgente aquisição de uma grua para servir o Porto das Poças. A que está instalada está muito degradada e fica inoperacional com muita frequência. Este facto prejudica gravemente os pescadores, as atividades lúdicas e as operações de socorro a embarcações que se encontrem em dificuldades ao largo da ilha”.

A terceira questão que referiu “É a manutenção da operação realizada pelo navio “Malena”. Recorde-se aqui que foi justamente o PPM o primeiro partido a assinalar a insuficiência da operação de abastecimento marítimo montada pelo anterior Governo. Propusemos o fretamento de um navio com as características do “Malena” e foi isso que foi feito. Quero garantir a continuação da operação e mais que isso: diversificar as ligações marítimas asseguradas pelo “Malena” com outras ilhas sempre que isso se justificar, sem aumentar os custos da operação”.

Outra questão que Gustavo Alves referenciou “É uma velha reivindicação dos pescadores e homens do mar das Flores. Que a administração regional instale a capacidade crítica necessária na ilha das Flores para dar resposta à nossa imensa capacidade de pesca (criação do núcleo de pescas da ilha das Flores, organismos que representa a Direção Regional das Pescas e que só existe no Grupo Oriental – São Miguel e no Grupo Central – Terceira). Nomeadamente, diversificando o seu potencial, melhorando a organização e assegurando a preservação e manutenção das nossas infraestruturas”.

O deputado está confiante na capacidade de resposta do Governo Regional “Estamos agora a resolver problemas com décadas de duração. Estamos a projetar o futuro com ambição. A ilha das Flores tem um imenso potencial económico, em especial em sectores de grande futuro como o turismo, a cultura e a qualidade e diversidade ambiental. Nos sectores tradicionais como a agricultura, as pescas e a construção civil, e isso só se resolve com a conjugação de políticas diversificadas e ambiciosas como as que acabei de referir”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s