“O governo da coligação pretende diminuir a dependência alimentar do exterior visando a sustentabilidade agroalimentar e o bem-estar animal no arquipélago” disse Bruno Belo

Orçamento abre “novas oportunidades” ao setor agrícola


 
O deputado do PSD/Açores Bruno Belo afirmou esta terça feira que o Plano e Orçamento (PO2021), em discussão do plenário regional, “asseguram vários desafios e garantem novas oportunidades para o nosso setor agrícola”.
 
Para o social democrata, “há uma base de aproximação ao que são as diretrizes europeias, que estão definidas no pacto ecológico europeu”, e que pretende “uma agricultura virada para a qualidade alimentar, numa estratégia produtiva saudável, sustentável e de justo valor”, afirmou.
 
Bruno Belo alertou que o rendimento das explorações agrícolas advém das ajudas comunitárias, “que são insuficientes”, assim como do resultado da venda dos produtos, “pelo que é nessa área que temos de ter o nosso foco”, alertou o deputado.
 
Com as ações programadas para a legislatura, “o governo da coligação pretende diminuir a dependência alimentar do exterior, visando a sustentabilidade agroalimentar e o bem-estar animal no arquipélago”, disse também Bruno Belo.
 
O parlamentar sublinhou que a nova maioria “reconhece a evidência da descida do preço do leite ao produtor, que acontece há vários anos”, numa realidade “agravada pela diminuição da procura dos produtos tradicionalmente consumidos pela restauração, cafés e restaurantes, também devido à diminuição do turismo”, referiu.
 
Tendo em conta toda esta situação, o PO2021 “aponta ao relançamento da economia agrícola, consubstanciada em planos de ação específicos para a inovação, planos estratégicos setoriais para as fileiras do leite e da carne, e ainda privilegia a diversificação agrícola”, apontou.
 
“Prevê também 6,3 milhões de euros para repor os rateios referentes a 2020. E aí, não há melhor apoio do que a estabilidade, sendo que este corresponde às expectativas dos agricultores quando fizeram as suas candidaturas, e é uma opção política deste governo, que os anteriores executivos optaram por não fazer”, concluiu Bruno Belo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s