As diligências investigatórias a decorreram a coberto de um inquérito-crime dirigido pelo Ministério Público de Ponta Delgada procederam à detenção em flagrante delito dois indivíduos de 44 e 73 anos, do género masculino no concelho da Lagoa pela presumível coautoria de um crime de tráfico de estupefacientes

DIVISÃO POLICIAL DE PONTA DELGADA

 

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da Lagoa, detiveram, no âmbito de diligências investigatórias, as quais decorreram a coberto de um inquérito-crime, dirigido pelo Ministério Público de Ponta Delgada, procederam à detenção, em flagrante delito, 02 indivíduos, de 44 e 73 anos, do género masculino, no concelho da Lagoa, pela presumível coautoria de um crime de tráfico de estupefacientes.

 

Decorrente das diligências investigatórias concretizadas pelos investigadores da PSP, realizou-se uma operação policial em diferentes locais na freguesia de Santa Cruz, do concelho de Lagoa, que contou com a colaboração de polícias da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial de Ponta Delgada.

Com base nos vários elementos de prova recolhidos pela PSP, ao longo de toda a investigação, foi possível reunir um quadro indiciário que levou à emissão de cinco mandados de busca por parte das Autoridades Judiciárias visando os suspeitos, as quais vieram a ser cumpridas pelos investigadores da PSP, permitindo, desta forma, a apreensão de cerca de 18 quilogramas de liamba, um total de 7200 doses individuais, pronta a ser comercializada e, consequentemente, a detenção dos suspeitos perante as fortes suspeitas de que, para além do cultivo ilícito das plantas, as mesmas depois de terem passado por um processo de secagem e corte, se destinavam a serem transaccionadas por um dos arguidos.

 

Pese embora as várias provas recolhidas durante a investigação e no decurso da operação policial, as diligências processuais prosseguirão na Brigada de Investigação Criminal de Lagoa, de forma a apurar a extensão e o grau de participação de cada um dos arguidos.

 

Os arguidos presentes a Autoridade Judiciária competentes foi-lhes aplicadas as medidas de coação de prisão domiciliária para o primeiro e Termo de Identidade e Residência para o segundo.

 

O Comando Regional da PSP dos Açores relembra que o consumo de Canábis aumenta significativamente o risco para a saúde mental dos utilizadores, apresentando-se, muitas vezes, como uma droga de iniciação entre os mais jovens que posteriormente acabam por enveredar pelo consumo de drogas mais duras, nomeadamente de heroína e das, vulgarmente, designadas por drogas sintéticas.

 

Taça de Portugal Santa Clara vai a Leiria

Confira todos os jogos da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal a disputar a 17 de Outubro



Oliveira do Hospital-V. Guimarães

Felgueiras-Estoril

Rio Ave-Boavista

Belenenses-Sporting

Varzim-Maritimo

Oriental Dragon-Moreirense

Condeixa-Gil Vicente

Sintrense-FC Porto

Águias do Moradal-Paços de Ferreira

Oliveirense-Portimonense

V. Setúbal-Vizela

Académica-Famalicão

Berço-Belenenses SAD

Camacha-Tondela

Leça-Arouca

U. Leiria-Santa Clara

Moitense-Sp.Braga

Trofense-Benfica

Benfica Castelo Branco-Penafiel

Feirense-Nacional

Leixões-Vilaverdense

Sp. Espinho-Caldas

Vilafranquense-Real SC

Cinfães-Farense

Valadares-Casa Pia

Alverca-Anadia

Mafra-União de Coimbra

Castro Daire-Olhanense

Serpa-Sp. Covilhã

Paredes-Ac. Viseu

Torreense-Fafe

Louletano-Estrela da Amadora

A BIC procederam à detenção em flagrante delito de um indivíduo, do género masculino de 33 anos pelos crimes por tráfico de estupefacientes, de condução de veículo sem habilitação legal e de posse ilegal de arma proibida

DIVISÃO POLICIAL DE ANGRA DO HEROÍSMO

 

A Divisão Policial de Angra do Heroísmo, através de Polícias da Esquadra de Investigação Criminal, da Ilha da Terceira, procederam à detenção, em flagrante delito, de um indivíduo, do género masculino, de 33 anos, por vários crimes: pelos crimes por tráfico de estupefacientes, de condução de veículo sem habilitação legal e de posse ilegal de arma proibida

 

Na concretização da detenção foram realização diversas diligências, sendo possível a apreensão de matéria estupefaciente, nomeadamente 2586 doses individuais de haxixe e 600 doses individuais de Liamba, para além de outros objetos relacionados com o ilícito criminal.

 

Com a presente operação, a Divisão Policial de Angra do Heroísmo continua a sua ação de combate ao fenómeno do tráfico de estupefacientes, e, nessa medida, a potenciar o sentimento de segurança da população e na visão estratégica da PSP: uma Polícia integral, humana, forte, coesa e ao serviço do Cidadão.

Bolieiro destacou que os resultados das eleições autárquicas “fortalecem a coesão” do Governo Regional da coligação PSD/CDS-PP/PPM

Coligação destaca resultado eleitoral que “fortalece coesão” do Governo dos Açores

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, destacou hoje que os resultados das eleições autárquicas “fortalecem a coesão” do Governo Regional da coligação PSD/CDS-PP/PPM, alegando que os açorianos reconheceram que uma “solução de governo plural funciona”.

“Concluímos, com objetividade, que o resultado eleitoral nos fortaleceu e reforçou a coesão desta solução governativa para os Açores”, afirmou José Manuel Bolieiro, em conferência de imprensa, acompanhados pelos líderes regionais do CDS-PP, Artur Lima, e do PPM, Paulo Estevão.

O líder dos social-democratas açorianos garantiu que o Executivo da coligação PSD/CDS-PP/PPM vai tratar de forma “isenta” todas as autarquias, independentemente da sua cor política.

“O princípio de lealdade democrática que nos caracteriza impõe-nos uma relação isenta com todos os autarcas eleitos, independentemente da sua cor partidária, porque agora, após as eleições, representam o seu povo e o seu território”, assegurou José Manuel Bolieiro.

Já o presidente do CDS-PP/Açores, Artur Lima, sublinhou que os eleitores açorianos consideraram, nas autárquicas, que a atual solução governativa tem garantido “resultados positivos” para os cidadãos.

“Os açorianos reconheceram que esta forma de governo plural funciona. Está a funcionar a bem dos Açores e tem tido resultados muito positivos para as nossas populações”, referiu o líder regional do CDS-PP.

Por seu lado, o coordenador do PPM/Açores, Paulo Estevão, afirmou que os resultados eleitorais revelam que os açorianos estão satisfeitos com a atuação do Governo Regional, destacando ainda que os municípios liderados pelos partidos da coligação ou com o seu apoio representam 67% da população do arquipélago.

“É evidente que se não existisse uma apreciação positiva do desempenho do Governo Regional estes resultados eleitorais não teriam sido possíveis. Uma má governação não teria originado resultados tão significativos”, frisou.

Segundo os líderes dos três partidos que formam o Governo Regional dos Açores, o resultado das eleições autárquicas demonstra que se está a consolidar uma mudança de ciclo político.

Nas eleições autárquicas de 26 de setembro de 2021, os partidos que suportam o Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) conquistaram a presidência de nove câmaras municipais da Região, tantas quantas o PS, tendo o movimento independente ‘Dar Vida ao Concelho’ – apoiado pelos partidos da coligação – ganho a Câmara Municipal da Calheta.

Vasco Cordeiro deixou uma “saudação a todos os Açorianos pela forma como decorreu o ato eleitoral sem incidentes, num exercício responsável de cidadania”

Vasco Cordeiro garante que os autarcas do PS/Açores vão “dar o melhor de si para o bem-estar de cada uma das nossas comunidades”

 

O Presidente do PS/Açores, o Partido mais votado nas eleições autárquicas deste domingo na Região, assegurou que os autarcas socialistas vão “dar, como sempre tem feito o Partido Socialista, o melhor de si para o bem-estar e o progresso de cada uma das nossas comunidades”. Vasco Cordeiro, saudou todos os candidatos, de todos os partidos, e desejou sucesso na concretização dos projetos.

“Continuamos a ser o maior partido autárquico, do ponto de vista dos números, mas há resultados que falam por si e devemos ouvir o que o povo açoriano disse e a melhorar a nossa prestação”, reconheceu o líder do PS/Açores, lembrando que, tal como afirmou durante a campanha, “estas eleições autárquicas não foram a segunda volta das eleições regionais de 2020. Elas valem por si!”

Têm, acrescentou, “resultados que, naquele que foi o objetivo imediato do Partido Socialista, ter mais presidências de câmaras, mais mandatos que o segundo partido mais votado, em termos de aritméticos, assim foi”. Nos resultados finais o PS venceu nove presidências de câmara, o PSD cinco, a coligação três, o CDS uma e a candidatura independente outra, ou seja, “do ponto de vista de cômputo global, o PS tem exatamente o mesmo número de presidências de câmaras que tem a coligação e os partidos da coligação e existe ainda uma presidência de câmara que é assumida por cidadão independentes”.

Apesar destes números, salientou que “o PS não logrou alcançar sucesso nas suas candidaturas em algumas autarquias, no caso da Horta, da Praia da Vitória e Graciosa”, mas que respeita a vontade do eleitorado e irá continuar a trabalhar, na posição em que os açorianos entenderam, nesses municípios e nas freguesias.

“Amanhã é um novo dia, inicia-se um trabalho autárquico de pôr em prática os projetos que foram sufragados pelos Açorianos. Faço votos, em nome do Partido Socialista, que corra tudo melhor, que sejam capazes de concretizar todos esses projetos”.

Vasco Cordeiro deixou uma “saudação a todos os Açorianos, pela forma como decorreu o ato eleitoral, sem incidentes, num exercício responsável de cidadania”. Dirigiu, também uma saudação especial, “a todas e a todos os candidatos que, sob a bandeira do Partido Socialista, se apresentaram a estas eleições autárquicas, numa manifestação clara de disponibilidade cívica de contribuírem para as suas comunidades e a vontade, e disponibilidade também, de se submeterem ao juízo e à apreciação dos seus concidadãos”.

Esta saudação e este reconhecimento é, sublinhou Vasco Cordeiro, “em nome do Partido Socialista, extensivo a todos os candidatos, de todos os partidos e Grupos de Cidadãos, que se apresentaram nestas eleições”.

 

Vânia Ferreira a nova presidente do Município da Praia da Vitória

O Correio Insular previa na quinta feira passada esta mudança

Face aos inquéritos efectuados nas várias freguesias do concelho era esperada a vitória de Vânia Ferreira pela coligação PSD e CDS-PP.

Durante este mês de setembro contactados vários eleitores das freguesias para efectuar o seu voto e na última quarta feira procedemos a sua divulgação como saiu no Correio Insular.

Eleições Autárquicas Açores

EM ACTUALIZAÇÃO

Foram eleitos pelas ilhas e respectivos concelhos os presidentes dos Municípios

ILHA DE SÃO MIGUEL

Ponta Delgada – Paulo Nascimento Cabral (PS)

Mandatos

Ribeira Grande – Alexandre Gaudêncio (PSD)

Mandatos 5 – 2

Lagoa – Cristina Calisto (PS)

Mandatos

Povoação – Pedro Melo (PS)

Mandatos 4 – 1

Nordeste – Antonio Miguel Soares (PSD)

Mandatos

Vila Franca do Campo – Ricardo Rodrigues (PS)

Mandatos 4- 3

ILHA TERCEIRA

Angra do Heroísmo – Alamo Meneses (PS)

Mandatos

Praia da Vitória – Vânia Ferreira PSD/

Mandatos

ILHA FAIAL

Horta – Carlos Ferreira (PSD)

Mandatos 4 – 3

ILHA DO PICO

Madalena – José António Soares (PSD)

Mandatos 3 – 2

Lajes – Ana Brum (PS)

Mandatos 3 – 2

São Roque – Luis Filipe Silva

Mandatos

ILHA SANTA MARIA

Vila do Porto – Barbara Chaves (PS)

Mandatos 3 – 2

ILHA SÃO JORGE

Velas – Luis Silveira (CDS-PP)

Mandatos

Calheta – Decio Pereira (Independentes)

Mandatos

ILHA DA GRACIOSA

Santa Cruz – Antonio Reis (PSD)

Mandatos 3 – 2

ILHA DAS FLORES

Santa Cruz – Jose Carlos Mendes (PS)

Mandatos 3 – 2

Lajes – Luis Maciel (PS)

Mandatos

ILHA DO CORVO

Vila Nova do Corvo – Jose Manuel Silva (PS)

Mandatos

Farense continua na Taça de Portugal

Taça de Portugal, 2.ª eliminatória

São Roque, 0 – Farense, 3

Local Campo de Jogos de São Roque, em Ponta Delgada

Árbitro Rui Lima (A.F. Viana do Castelo)

São Roque

Guga; André Cordeiro, Luís Soares (cap), Leandro e Sandro (Marcinho, 90′); Besugo, Henrique Amaral e Filipe Medeiros (Alex, 46′); Tercinho (Mateus, 62′), Mania (Rodrigo Simão, 62′) e Lelé (João Raposo, 90′)

Treinador Ricardo Afonso

Farense

Ricardo Velho; Loide (Ponde, 69′), Seruca (cap), Mancha e Henrique; Bura, Bruno Paz (Falcão, 85′) e Lucca (Amine, 69′); Mayambela (Vasco Lopes, 78′), Pedro Henrique (Paollo, 78′) e Mica

Treinador Fernando Pires (Fanã)

Ao intervalo 0-1 

Golos 0-1 Bruno Paz (16′), 0-2 Pedro Henrique (51′), 0-3 Pedro Henrique (55′)

Cartão Amarelo para Filipe Medeiros (39′), Lucca (40′), Besugo (66′), Guga (83′), Rodrigo Simão (84′).

O líder social-democrata, que falava durante um comício junto às Portas da Cidade de Ponta Delgada, salientou que o PSD/Açores “não fez campanha contra ninguém”

Bolieiro lembra que PSD fez campanha de convicções sem deturpar carácter dos adversários

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, destacou hoje que o partido fez uma campanha eleitoral para as autárquicas em defesa das suas “convicções e princípios”, sem nunca deturpar o bom nome e o carácter dos adversários.

“Não entendo aqueles que queiram fazer das eleições autárquicas um combate a quem quer que seja. O nosso objetivo é cooperar. O projeto político que agora governa os Açores quer ver no poder local um parceiro de cooperação. Podemos – Governo e autarquias – fazer, em sinergia, mais com menos. De costas voltadas faremos menos, mesmo que tenhamos muito. Não é assim que se desenvolvem as nossas freguesias e municípios”, afirmou José Manuel Bolieiro, no final da campanha para as eleições de 26 de setembro.

O líder social-democrata, que falava durante um comício junto às Portas da Cidade de Ponta Delgada, salientou que o PSD/Açores “não fez campanha contra ninguém”.

“Não fizemos campanha contra alguém. Não deturpamos o bom nome, nem o prestígio, nem o carácter de ninguém. Lutamos na defesa das nossas convicções, dos nossos princípios e da nossa competência, para podermos servir bem o nosso povo”, sublinhou.

O presidente do PSD/Açores acrescentou que a coligação que compõe o Governo Regional “aceitará a legitimidade democrática de cada autarca para cooperar e desenvolver os seus territórios”.

O evento contou com a presença do líder nacional do PSD, Rui Rio, que concluiu a sua participação na campanha eleitoral nos Açores, e do candidato do PSD/Açores a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral.