Os Açores contam com cerca de 800 militantes com capacidade eleitoral ativa nas 9 ilhas dos Açores

Escolhida estrutura de campanha de Rui Rio nos Açores para as eleições internas a 27 de Novembro


Estão escolhidos os coordenadores e diretor de campanha de Rui Rio nos Açores para as eleições do próximo dia 27 de Novembro, que elegerão o próximo presidente nacional do Partido Social Democrata. 


Como Coordenador na Ilha de São Miguel a aposta é Paulo Moniz, atual Deputado à Assembleia da República, depois de uma carreira inteira ligada à Engenharia Eletrotécnica e de Comunicações, de ter sido Presidente da Secção Regional dos Açores da Ordem dos Engenheiros, lecionado na Universidade dos Açores por mais de 20 anos, ter presidido à Associação Empresarial de Comunicações de Portugal, entre vários outros contributos sociais e associativos.
Para coordenar a Ilha Terceira, a escolha foi Paulo Gomes, depois de ter sido Presidente da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo,  é Deputado regional,  Presidente da Comissão Política Concelhia de Angra do Heroísmo e Presidente da Junta de Freguesia de São Mateus.


A Coordenação na Ilha do Faial fica a cargo de Ilídia Fialho Quadrado, atual Deputada à Assembleia da República, com grande envolvência de Direção educativa, social e associativa no Faial, tornando-se recentemente militante, depois de ao longo de vários anos ter dado inúmeros e importantes contributos ao PSD como independente.


Para Diretor de campanha foi escolhido Flávio Soares, anterior Presidente da Juventude Social Democrata, atual Deputado regional eleito pelo círculo eleitoral de São Miguel e vereador sem pelouro na Câmara Municipal do Nordeste, onde deu um contributo importante na direção de campanha que levou aos resultados obtidos nas últimas eleições autárquicas no concelho. 


Para esta estrutura de campanha, “Nas atuais circunstâncias Rui Rio tem melhor estrutura e preparação para ser candidato a Primeiro Ministro”. Um novo ciclo de eleições internas no PSD devia ser aberto apenas depois das eleições legislativas, apesar destas serem cronologicamente eleições regulares pelos dois anos de mandato estatutários. “Temos a convicção de que, e apesar do natural respeito que todos lhe temos, o nosso opositor interno, Paulo Rangel, não tem tempo suficiente para se estabelecer, consolidar o seu projeto e o programa eleitoral com que o PSD se apresentará às eleições legislativas.”


Além de São Miguel, Terceira e Faial, “Rui Rio conta com apoiantes, entre dirigentes e militantes, nas 9 ilhas do arquipélago”, que depois de terem regularizado as suas quotas têm capacidade eleitoral ativa e, portanto devem dirigir-se às urnas no próximo dia 27 de Novembro, “numas eleições que desejamos  decorram com bastante afluência e de forma natural e democrática”.


Por tudo isto, e apesar de alguns episódios menos felizes na altura das eleições europeias no que aos Açores diz respeito,”neste momento e nestas circunstâncias, Rui Rio tem o nosso apoio e contributo, além de muitos outros companheiros nossos, nesta candidatura interna, que esperamos culmine com a renovação do seu mandato como presidente do PSD.”


Os Açores contam com cerca de 800 militantes com capacidade eleitoral ativa nas 9 ilhas dos Açores, que procederam ao pagamento de quotas para poderem eleger o líder nacional. As eleições internas realizam-se no dia 27 de Novembro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s