Feira Açores Animais de Companhia visa realçar importância do bem-estar animal diz António Ventura

O Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural disse hoje, em Angra do Heroísmo, que a Feira Açores Animais de Companhia é a primeira iniciativa organizada pelo Governo Regional para demonstrar a preocupação, prioridade e atenção política sobre esta temática.

António Ventura falava na cerimónia de apresentação da Feira Açores Animais de Companhia, que terá lugar no Parque Multissetorial da ilha Terceira, entre os dias 1 a 3 de abril, e que tem como objetivo principal “realçar a importância do bem-estar animal através de palestras, workshops, demonstrações, desfiles e concursos”.

“Este é um evento que tem uma função didática, pretendendo implementar uma consciência proativa e de conhecimento no que diz respeito ao bem-estar animal, mais concretamente nos animais de companhia”, acrescentou o governante.

Esta iniciativa também visa demonstrar à sociedade as várias vertentes que estão envolvidas nos animais de companhia, nomeadamente os seus cuidados, as várias vocações e as múltiplas interações existentes entre estes e os humanos.

“Com esta mostra queremos contribuir para uma sociedade mais responsável, mais inclusiva e mais respeitadora dos cuidados a ter com os animais”, acrescentou o Secretário Regional, adiantando que se pretende ainda “alertar para o não abandono”, sensibilizando especialmente as camadas mais jovens, “que serão os futuros detentores e cuidadores dos animais”.

“Queremos, simultaneamente, sensibilizar as populações para a importância da adoção de animais em detrimento da sua compra e para a importância da esterilização dos animais, evitando as ninhadas indesejadas”, continuou.

O responsável pela pasta da Agricultura disse que esta temática tem merecido prioridade do atual Governo Regional, desde logo, pela criação de uma divisão do bem-estar animal na orgânica daquela Secretaria Regional.

“Em 2021, assinamos protocolos com 23 entidades, sendo 20 associações de proteção animal, oito centros de recolha oficial e cinco juntas de freguesia, num montante total de 206 mil euros em apoios para esterilizações, vacinações e identificações”, frisou.

“Para 2022, está inscrito um montante de 239 mil euros” para o mesmo efeito, acrescentou António Ventura.

Destacando o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido junto das diversas entidades onde se incluem os animais de companhia, o governante sublinhou a alteração ao Decreto Legislativo Regional entregue no parlamento regional que visa melhorar as medidas de apoio, de controlo, de identificação, de registo e de respeito pelos animais de companhia e errantes e que será debatida esta semana em plenário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s