“A União Europeia enfrenta um período muito complexo da sua história” considerou o Presidente Luís Garcia

O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), Luís Garcia, apelou na cidade da Horta

A uma maior e melhor participação dos açorianos “na vida das instituições europeias”, a começar pelo próprio Parlamento dos Açores, que no seu entender deve “intensificar” a sua ação “na construção do projeto europeu”.

Num discurso proferido durante a Sessão Comemorativa do Dia da Europa, que teve lugar ao final da tarde de ontem, em frente à sede do Parlamento açoriano, o Presidente Luís Garcia sublinhou a necessidade de os Açores serem “mais ouvidos pelas instituições europeias na fase de definição das políticas”, reivindicando também “o direito de participação no Parlamento Europeu através de um círculo eleitoral próprio”.

O Presidente da Assembleia Legislativa saudou a apresentação da nova Estratégia para as Regiões Ultraperiféricas da União Europeia, recentemente anunciada, lançando um novo desafio a todos os agentes políticos e sociais da região para contribuírem para a definição de ações e estratégias que potenciem o desenvolvimento das regiões ultraperiféricas, alertando uma vez mais para a necessidade de boa aplicação dos fundos disponibilizados pela Europa.

O Presidente Luís Garcia justificou a escolha do exterior do edifício da Assembleia para a realização desta Cerimónia Comemorativa do Dia da Europa com a proximidade das ilhas vizinhas, que considera serem “um retrato puro da insularidade” e da “ultraperiferia” que caracterizam os Açores e identificam “o quanto acrescentamos a Portugal e à União Europeia”.

“É com toda a nossa pequenez e ultraperiferia que lhe damos uma dimensão e centralidade atlântica, uma posição geoestratégica ímpar, que lhes garantimos um laboratório vivo para a investigação científica do mar, e que lhes oferecemos um exemplo de sustentabilidade ambiental”, sublinhou o Presidente Luís Garcia.

No dia em que o projeto de cooperação política na Europa, idealizado por Robert Schuman, perfez 72 anos, o Presidente do Parlamento Açoriano destacou ainda que o caminho para a manutenção da paz só é possível através do diálogo e da concertação de ideias, apelando, novamente, ao fim do conflito na Ucrânia.

“A União Europeia enfrenta um período muito complexo da sua história”, considerou o Presidente Luís Garcia, enunciando os vários desafios que a Europa tem enfrentado nos últimos tempos e considerando que a realidade atual “requer a crescente promoção dos valores e objetivos comuns do projeto europeu”.

No final da sua intervenção, o Presidente da Assembleia convidou a assistência para um minuto de silêncio em memória das vítimas da guerra na Ucrânia, a que se juntaram mais de uma centena de convidados presentes, entre os quais os deputados da ALRAA e membros do Governo Regional dos Açores.

Durante a Sessão Comemorativa do Dia da Europa, foram ainda hasteadas as bandeiras de Portugal, da Região Autónoma dos Açores e da Europa ao som dos respetivos Hinos, interpretados pelo Grupo Coral da Horta, que encerrou o ato comemorativo com a interpretação dos temas açorianos “Atlântico” e “Ilhas de Bruma”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s